Dança das cadeiras: Caps vencem, se aproveitam da derrota do Stars e voltam a liderança da liga

O Washington Capitals fez o terceiro jogo dos cinco fora de casa na noite de ontem contra o Boston Bruins. A liderança dos Caps se consolidou com a vitória do New York Rangers em cima do Dallas Stars, em jogo que acontecia no mesmo horário na cidade de Nova York, agora, o time de Washington tem mais de 10 pontos de vantagem na liderança da divisão e caminha a passos largos para ser o melhor time da conferência e garantir uma vaga nos playoffs com home ice advantage (jogar os jogos decisivos em casa).

O jogo coletivo foi o diferencial dos Capitals, onde 8 jogadores marcaram pontos, sendo apenas um da primeira linha, o que enfatiza mais ainda o trabalho dos jogadores de apoio do time. A partida começou com Washington em cima, partindo para tentar abrir o placar, obrigando Tuukka Rask a fazer a primeira boa defesa com 1:00 jogado no período. Os Bruins começaram a equilibrar a partir do minuto 13, em chute de Patrice Bergeron, mas tudo voltou a favor das águias quando Aaron Ness fez jogada pela direita e jogou o puck pra frente para Evgeny Kuznetsov, que passou para o outro lado onde achou Andre Burakovsky para tirar o primeiro zero do placar em Boston com 15:00 jogados, esse foi o segundo gol do austríaco na temporada, que vem ganhando mais espaço com a lesão de Jay Beagle.

A segunda parte começou devagar, os dois times não conseguiam furar o bloqueio defensivo, inclusive num 4 on 4 onde apenas uma chance clara foi criada, quando Dmitry Orlov teve espaço e chutou para uma defesa sensacional de Rask. Logo após esse momento, os Caps tiveram um Power Play a favor e capitalizaram bem. Depois de mandar o puck pra frente para a troca de linhas, Kuznetsov pegou na ponta direita, trouxe pra trás e, com uma habilidade imensa, costurou a defesa de Boston para fazer o segundo de Washington, um golaço que reflete a grande fase que vive o russo camisa 92. Os Bruins não ficaram muito tempo com a desvantagem de 2, quando Bergeron fez jogada pelo meio, passou para a direita e depois para esquerda, onde Brett Connolly fez a assistência para Loui Eriksson diminuir em 2-1 no fim do período.

Boston voltou diferente para a última parte. Pressionando e buscando o gol de empate, mas sempre frustrado por ótimas defesas de Braden Holtby, quando os Caps conseguiram equilibrar o jogo, logo mostraram porque são os líderes da liga. Nate Schmidt controlou o puck no meio e passou para Orlov, que soltou o foguete na trave, no rebote, Marcus Johansson, jogando de Center, fez o gol que desafogou as coisas para o time de Washington, que começou a controlar a partida. O Power Play decisivo para os Bruins veio e Bergeron, mostrando o grande jogador que é, recebeu no meio após falha na marcação dos Capitals e mandou para diminuir e colocar fogo no jogo de novo. Rask saiu faltando pouco mais de 2 minutos para o fim da partida, deixando o TD Garden inflamado para um fim sensacional, mas isso não aconteceu. A defesa sólida de Washington segurou a pressão final, principalmente com uma ótima defesa de Holtby, para encerrar com chave de ouro outra grande vitória fora de casa.

Final: Boston Bruins 2-3 Washington Capitals

No próximo jogo, os Caps enfrentam o New York Islanders pela primeira vez na temporada. O jogo será transmitido em TV brasileira pelo canal ESPN.

 

Melhores momentos do jogo aqui.

 

 

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s