Caps encerra a estrada com saldo positivo, quebrando tabu que durava desde 2008 contra o Stars

Burakovsky abriu o placar na vitória do Capitals sobre o Stars, por 4-3 (OT). O sueco abriu o placar pelo 4° jogo consecutivo, o maior recorde na história da franquia. (Foto: Glenn James/NHLI via Getty Images)
Burakovsky abriu o placar na vitória do Capitals sobre o Stars, por 4-3 (OT). O sueco abriu o placar pelo 4° jogo consecutivo, o maior recorde na história da franquia. (Foto: Glenn James/NHLI via Getty Images)

RIO DE JANEIRO, RJ – O Washington Capitals teve uma longa semana, com três jogos fora de casa. A equipe da capital conquistou cinco de seis pontos disputados, mantendo-se na liderança da NHL.

O primeiro adversário do Caps na estrada foi ninguém mais, ninguém menos que o arquirrival Pittsburgh Penguins. Em um jogo eletrizante, o Caps levou para o overtime, mas perdeu por 8-7. Ponto positivos a serem destacados é conseguir marcar sete gols na casa do grande rival e campeão da Stanley Cup e conseguir buscar o resultado estando atrás no placar.

No segundo jogo, o reencontro de T.J. Oshie e seu ex-time, o St. Louis Blues. Neste jogo,  o Capitals, por dois jogos consecutivos, marcou novamente sete gols em um back-to-back, vencendo por 7-3.  O Caps não conseguia um feito semelhante desde 11-13 de fevereiro de 1993, quando o time bateu o próprio Blues por 10-6 e o Los Angeles Kings por 10-3. Também neste jogo, sete jogadores diferentes marcaram os sete gols da vitória e todos os 12 forwards do time anotaram pelo menos um ponto.

O jogo contra o Dallas Stars, além de difícil, tinha uma certa pressão. Embora fosse um jogo entre o atual líder da liga contra um Stars que não faz uma boa temporada, sendo o 27° colocado, o Caps não vencia o time do Texas desde 2008. Porém, isto mudou ontem. Andre Burakovsky abriu o placar pelo quarto jogo consecutivo, e escreveu seu nome na história da franquia como o jogador que mais vezes conseguiu o feito. O Caps ainda viu o Stars virar para 3-1, mas empatou em dois power plays com Alex Ovechkin e Oshie no 3°período. Ovi empatou com ninguém mais, ninguém menos que Wayne Gretzky em power play goals. No overtime, coube a Jay Beagle, em somente 19 segundos, quebrar o tabu que durava quase 10 anos, dando a vitória ao Caps por 4-3. Beagle vem pontuando consecutivamente, chegando à marca de 15 pontos. Entretanto, desde 1995, quando Burakovsky tinha meses de vida,o Capitals segue sem conseguir vencer o time texano no tempo regulamentar em seu território.

O time do Distrito de Colúmbia segue como líder da liga, com 68 pontos em 46 jogos, pontuando por 13 jogos consecutivos. Porém, o Columbus Blue Jackets tem um jogo a menos (45), com 66 pontos. As equipes empatam no quesito gols contra, como as defesas menos vazadas da liga, com 100 gols. O Blue Jackets tem um saldo de +48, com 148 gols pró e 100 contra. O Capitals, com 149 gols pró e 100 gols contra, tem um saldo de +49, um ponto na frente do time de Columbus neste quesito e o maior da liga.

O Capitals terá uma breve parada em casa antes de cair na estrada para três jogos outra vez, recebendo o Carolina Hurricanes (23/01).

Assista aos melhores momentos da vitória do Capitals sobre o Stars clicando aqui

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s